Exames


A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
Coleta:
Jejum de 4 horas.

Resultado:
24 horas

Interpretação:
Valores aumentados: em processos de aumento de síntese de nucleoproteínas, catabolismo, ou diminuição na excreção do ácido úrico renal; gota, insuficiência renal, doenças mieloproliferativas (leucemias, linfomas, mielomas, policitemia), psoríase, síndrome de Lesch-Nyhan, nefropatia por chumbo, doença de estoque do colágeno tipo I, infecções, hipotireoidismo, hipoparatireoidismo, hiperparatireoidismo, diabetes insipidus nefrogênica, acidose láctica e diabética, toxemia da gravidez, aumento de risco cardiovascular, risco de litíase renal.
Valores diminuídos: síndrome da secreção inapropriada do hormônio diurético, deficiência da enzima xantina oxidase, síndrome de Fanconi, doença de Wilson, doenças neoplásicas causadoras de aumento de excreção renal, doença hepática severa, porfiria intermitente, diabetes idiopática e familiar.

Referência:
Homens: 2.5 a 7.0 mg/dl
Mulheres: 1.5 a 6.0 mg/dl

Coleta:
Jejum de 8 horas.

Resultado:
24 horas

Interpretação:
Valores aumentados: aumentos anormais de albumina no sangue sao raramente observados, exceto na presenca de desidratacao ou choque, onde ocorre uma perda excessiva de agua causando uma hemoconcetracao.
Valores diminuídos: ingestão inadequada (desnutrição ou diarréias crônicas); absorção entérica diminuída (síndromes malabsortivas); aumento da demanda corpórea (hipertireoidismo, gravidez); síntese prejudicada [cirrose, outras doenças hepáticas (ex. alcoolismo), processo inflamatório crônico, analbuminemia hereditária]; aumento de catabolismo (neoplasias, infecções, traumas, inflamações); perda [edema, ascites, queimaduras, nefroses, síndrome nefrótica, enteropatias com perda protéica (ex. doença de Crohn, colite ulcerativa, úlcera péptica)]; diluição (uso de líquidos IV sem albumina, SIADH, hidratação rápida; diabetes psicogênica); deficiência congênita.

Referência:
3.5 a 5.0 g/dl

Coleta:
Jejum de 4 horas.

Resultado:
24 horas

Interpretação:
Monitoramento de processos inflamatórios em geral. A alfa 1 glicoproteína ácida é um marcador de fase aguda.Embora o fígado seja apontado como local exclusivo de síntese, alguns tumores podem produzir esta proteína.
Valores aumentados: atividade inflamatória de origem infecciosa, autoimune, neoplásica.
Valores diminuídos: desnutrição, hepatopatias graves, gravidez, enteropatia com perda protéica

Referência:
40 a 130 mg/dl

Coleta:
Jejum nao obrigatorio.

Resultado:
24 horas

Interpretação:
Valores aumentados: pancreatites agudas (início 3-6 horas, pico 20-30 horas, duração 48-96 horas), obstrução pancreática, trauma pancreático, câncer pancreático, obstrução biliar, infarto do miocárdio, perfuração intestinal, peritonite, gravidez ectópica, cetoacidose diabética, alguns tumores pulmonares ou ovarianos, queimaduras, insuficiência renal (por falha no clearence), parotidites infecciosas e não infecciosas, obstrução de glândulas salivares, calculose salivar.
Valores diminuídos: pancreatite crônica, cirrose, câncer pancreático em estágio avançado, cirrose e toxemia da gravidez.

Referência:
ate 195 U/l